8.º número da MIDAS online “Objetos e museus: biografias, narrativas e vínculos identitários”

Imagem da capa: “Subliminal”, de Álvaro Pérez Mulas, 2008, Centro de Arte Contemporáneo Domus Artium 2002, DA2. Salamanca, Espanha © Álvaro Pérez Mulas. Conceção da capa de Elisa Noronha Nascimento

O mais recente número da revista MIDAS acaba de ser publicado. Encontra-se disponível aqui: https://midas.revues.org/1149

Este número é dedicado ao tema «Objetos e Museus: Biografias, Narrativas e Vínculos Identitários» e foi coordenado por Alice Semedo (Universidade do Porto), Olaia Fontal (Universidade de Valladolid) e Alex Ibanez (Universidade do País Basco).

Segundo os coordenadores, «este número faz parte do esforço atual para reunir diferentes perspetivas (museológica, curatorial, teórica) sobre o lugar dos objetos em museus, a fim de mapear criticamente este domínio. Em suma, trata-se de refletir e apresentar exemplos relevantes que permitam recuperar a teorização sobre objetos em museus como portadores não apenas de significados sociais, mas também individuais, permitindo que os processos de patrimonialização e identização sejam também explorados a partir do ponto de vista da educação.» O número apresenta 11 artigos, uma notação e três recensões críticas de livros.

A capa deste número destaca a obra do espanhol Álvaro Pérez Mulas. Esta obra foi criada no âmbito da exposição realizada em 2008 no Centro de Arte Contemporáneo Domus Artium 2002, DA2, em Salamanca, Espanha. Segundo o artista: «con el texto compuesto a partir de las fotografías cuestionaba la necesidad social que se plantea en la actualidad de aprender a ver imágenes, ya que estamos inmersos en un entorno dominado por la comunicación visual. El espectador ya no sólo se preguntará qué es lo que ve o de dónde ha salido, además será invitado a cuestionarse lo que ve y cómo lo ve mediante la conjunción de signos que conforman dos lenguajes distintos, el plástico y el verbal. […] Pero la lectura verbal de las fotografías será subliminal, no inducida, porque el texto está implícito. El espectador que se acerque a las imágenes está invitado a leer en ellas, pero no tiene que sentirse obligado a ello. Es una cuestión de su capacidad de percepción y abstracción.»

Mais uma vez, a escolha de obras de artistas para as capas da MIDAS visa o prolongamento da discussão sobre museus, sobre os seus modos de existência e sobre como são percebidos ou vividos na contemporaneidade.

****

MIDAS 08 | Dossier temático «Objetos e museus: biografias, narrativas e vínculos identitários»

Artigos

Carmen Gómez-Redondo
El objeto patrimonial como símbolo identitario en el museo

Patricia Delayti Telles
As miniaturas de “filiação política”: de objetos perigosos ao esquecimento

Inês Lourenço
As histórias alternativas do objeto: o cofre-relicário de São Francisco Xavier e a identidade religiosa dos goeses em Portugal

Diego Lemos Ribeiro, Mara Rosana Araujo Alessandretti, Ramile da Silva Leandro, Larissa Tavares Martins e Fabiane Rodrigues Moraes
A presença na ausência: a performance e a biografia dos objetos como ativadores de memória

Márcia Pinheiro Ferreira e Marcus Granato
A luneta de Bamberg no Museu de Astronomia e Ciências Afins: pesquisa e trajetória (1907-2016)

Cecilia de Oliveira Ewbank e Manuel Ferreira Lima Filho
Por detrás de uma coleção do Museu Nacional do Rio de Janeiro: vozes, silêncios e desafios

Aparecida Marina de Souza Rangel e Álea Santos de Almeida
Os cómodos do Museu Casa de Rui Barbosa enquanto museália

Cristina Barros Oliveira
Considerações sobre a biografia da instalação Oh la la,… oh la Balançoire/Microcosmos Tentacular de Susanne Themlitz

Margarida Brito Alves
Entre a casa, o mar e a galeria. Os objetos animados de Salette Tavares

Sofía Marín Cepeda
Patrimonio en conserva. Los vínculos indentitarios como clave de aprendizaje en el grado de magisterio

Olaia Fontal Merillas, Silvia García-Ceballos, Borja Aso Morán e Marta Martínez Rodríguez
Patrimonios, objetos e historias de vida. Análisis de propuestas educativas desde el Observatorio de Educación Patrimonial en España

Notações

José María Cuenca-López e Jesús Estepa-Giménez
Educación patrimonial para la inteligencia territorial y emocional de la ciudadanía

Recensões críticas

Francisco Providência
Inês Ferreira – Criatividade nos Museus: Espaços “Entre” e Elementos de Mediação

Vítor Oliveira Jorge
Ian Hodder – Studies in Human-Thing Entanglement

Luís Urbano Afonso
Adelaide Duarte – Da Coleção ao Museu. O Colecionismo Privado de Arte Moderna e Contemporânea em Portugal


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.